A alvoradense Sirlei de Jesus Vaz Sousa, é uma das vencedoras do Prêmio Parentalidade: boas práticas de visitadores na pandemia, promovido pela Fundação Maria Cecília Souto Vidigal e Bernard van Leer Foundation.

A prática contemplada foi o atendimento híbrido realizado pela visitadora Sirlei, no bairro Nova Americana através do watsapp e rede sociais, com vistas ao desenvolvimento integral das crianças atendidas, além das visitas presenciais onde a as crianças eram presenteadas com brinquedos produzidos com material reciclado, confeccionados pela equipe, assim como as orientações de prevenção ao COVID-19, orientada com uso de planilhas digitais criadas pelo PIM de Alvorada.

O prêmio foi entregue na última quinta-feira, 10, e consiste em valor em dinheiro para investimento no trabalho realizado junto às famílias.

Para a coordenadora do PIM Alvorada, Elisabel Siqueira, este prêmio é muito significativo, é o resultado de um trabalho bem feito, mesmo com todas as dificuldades enfrentadas durante a pandemia do coronavírus.

“Durante este tempo de Pandemia fomos nos reinventando, encontrando novas formas de atendimento para que as famílias do PIM não ficassem abandonadas. Seguimos os protocolos e orientações do estado e adaptamos a nossa realidade. O resultado foi uma equipe fortalecida mesmo com tantas dificuldades a serem superadas. Nossos atendimentos acontecem de forma híbrida, conseguindo assim, abranger todas as famílias, cada uma com sua peculiaridade. A conquista deste prêmio é um fruto que colhemos e que nos deixa muito felizes por estarmos sendo reconhecidos nacionalmente pelo trabalho realizado em Alvorada”, Conclui Elisabel

 

O objetivo desta premiação é identificar e valorizar iniciativas de profissionais que atuam no fortalecimento da primeira infância dentro dos programas e políticas públicas de visitação domiciliar.

Em Alvorada o PIM é coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), e o público-alvo são crianças na faixa etária de zero a 6 anos e gestantes.