Vacina está disponível nos postos de saúde

A imunização contra a febre amarela é ofertada no calendário nacional de vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS). Em Alvorada, a vacina está disponível nas unidades básicas de saúde, no Pronto Atendimento Municipal (Pam-8) e nas unidades de referência em saúde. Para intensificar a ação, o Núcleo de Imunizações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) está realizando duas ações para atender a comunidade, que residem ou trabalham em locais próximos a área silvestre do município.

  • Na próxima sexta-feira, 3 de março, na Avenida Presidente Getúlio Vargas, nos arredores da 118, no local popularmente conhecido como Passo dos Negros, ocorre a primeira ação.
  • A outra ação está marcada para o dia 7 de março. Vai ser na escola Leonel de Moura Brizola(Rua Henrique Dias, nº 1322), no bairro Sítio dos Açudes.

Além da revisão da condição vacinal, também será feita a imunização em quem ainda não fez a vacina contra a febre amarela.

O Ministério da Saúde recomenda que pessoas que residem ou irão visitar regiões rurais ou de mata se vacinem. Alvorada está situada numa área de recomendação para imunização contra a febre amarela. Segundo o Núcleo de Imunizações do município, a doença pode ser evitada com a vacina, que é eficaz e segura para uso.

Serviço

O que: Revisão da condição vacinal e imunização de quem necessita.
Quando: Dias 3 e 7 de março.
Onde: Dia 3 na Avenida Presidente Getúlio Vargas, nos arredores da 118, no local popularmente conhecido como Passo dos Negros e no dia 7 na escola Leonel de Moura Brizola (Rua Henrique Dias, nº 1322), no bairro Sítio dos Açudes.

Fique atento

Como a doença é transmitida

A transmissão da febre amarela é feita por dois vetores: na mata é pelo Haemagogus e Sabethes. Já em territórios urbanos, o transmissor do vírus é o Aedes aegypti.

Sintomas

De acordo com o Ministério da Saúde, os sintomas iniciais incluem o início súbito de febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza.

Prevenção

O transmissor da febre amarela em regiões urbanas é o Aedes aegypti. Como os mosquitos se criam na água parada, deve-se evitar quais recipientes como caixas d’água, latas e pneus contendo água limpa. Por isso, evite o acúmulo de água em objetos destampados. Além disso, o uso de repelentes e mosquiteiros também são formas de prevenir a doença.

Texto: Ivan Júnior/ Edição: Celso Dornelles/ Fotos: Divulgação