A Prefeitura Municipal deu início às ações de combate ao Aedes aegypti em Alvorada. Na manhã desta segunda-feira, 6 de junho, agentes comunitários de saúde, agentes do setor de zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e militares do 18º Batalhão de Infantaria Motorizada de Porto Alegre visitaram residências do bairro Intersul. Durante as visitas, as equipes vistoriam as casas e orientaram os moradores a evitar a proliferação do mosquito que, além da dengue, transmite a febre chikungunya e o zika vírus.

O trabalho, que iniciou no bairro Intersul hoje, deve ocorrer até o dia 17 de junho. O local foi determinado pelo Setor de Zoonoses da SMS de acordo com os casos de incidência de dengue registrados na região. A SMS orienta que os moradores recebam as equipes que atuam no combate ao Aedes e que mantenham os imóveis sem criadouros e materiais que possam acumular água. Mesmo com as baixas temperaturas, o Setor de Epidemiologia continua recebendo notificações de casos suspeitos e até confirmados de dengue.

Assim que as ações de combate ao Aedes aegypti se encerrarem no bairro Intersul, as equipes irão atuar no bairro Stela Maris, a partir do dia 20 de junho.

Como evitar a proliferação do mosquito:

Segundo o Ministério da Saúde, a melhor forma de evitar o Aedes aegypti é a eliminação do vetor, ou seja, eliminar o mosquito. Para isso, é fundamental eliminar os criadouros do mosquito, que coloca seus ovos em recipientes com água parada. Eliminar garrafas, sacos plásticos e pneus velhos que ficam expostos à chuva, além de tampar recipientes que acumulam água como caixas d’água e piscina, pelo menos uma vez por semana, são fundamentais para eliminação de criadouros do Aedes aegypti.