Já tem cheiro de churrasco na praça Central João Goulart, na parada 48. Representantes das 50 entidades tradicionalistas, 9 Centros de Tradições Gaúchas (CTG), e 41 piquetes, que vão participar da Semana Farroupilha de Alvorada, de 7 a 20 de setembro, realizam a montagem dos galpões. O trabalho de organização estrutural dos festejos farroupilha começou no último dia 25 de agosto e segue até o próximo domingo, véspera da abertura oficial.

O CTG Campeiros do Sul, com sede no bairro Maringá, é um dos confirmados para a programação farroupilha de Alvorada. Nesta terça-feira, dia 1º de setembro, representantes da entidade trabalhavam na montagem do seu galpão. “É sempre bom participar e contribuir ao máximo com o evento. Em 2014 ganhamos o prêmio de 1° lugar como o melhor galpão do acampamento”, lembra o vigilante e capataz do CTG, Luiz Henrique de Oliveira Rufino, de 45 anos.

O operador de maquinaria e atual presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Alvorada (Sima), Rodinei Rosseto, 40 anos, está envolvido com a montagem da estrutura do Piquete Indomáveis do Pago. “Há quatro anos participamos do evento, integrando servidores do município e dando espaço para a confraternização de todos”, observa Rosseto.

Durante a Semana Farroupilha o Piquete Indomáveis do Pago realiza projetos culturais com as escolas do município e visitantes do acampamento conforme o presidente do Sima. “A nossa ideia é exibir filmes sobre a Revolução Farroupilha e a história do nosso Estado durante todas as noites para os visitantes. Além de promover roda de chimarrão, poesias, trovas, contos e música”, destaca Rosseto.

Quem também trabalha na montagem do galpão é o patrão do Piquete Almas Gêmeas, Eduardo Bica, 23 anos. Esse será o segundo ano que o gaúcho participa dos festejos farroupilha na praça Central. “A Semana Farroupilha é um evento que esperamos todos os anos para encontrar os amigos e celebrar a cultura gaúcha”, destaca Bica.