fbpx

A Delegacia de Atendimento Especializado à Mulher (Deam) de Alvorada completou um ano de atividades no dia 8 de março desenvolvendo um eficaz e ágil trabalho em suas ações. No período foram registradas mais de 2.700 ocorrências criminais e remetidos mais de mil processos ao Poder Judiciário. Os números indicam a relevância deste trabalho especializado no atendimento às mulheres em situação de violência. Os dados são da 1ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (1ª DPRM). A delegacia foi implantada em Alvorada em mais uma ação concreta, cidadã e de defesa dos direitos femininos pelo governo do Prefeito Professor Serginho, que articulou e consolidou a estruturação e instalação do órgão na cidade.

Segundo a delegada em exercício, Viviane Viegas, a Deam se mostra cada vez mais necessária numa sociedade que busca a inclusão e a igualdade de gênero. “Nós temos um ambiente acolhedor para as mulheres. São profissionais qualificados, que receberam treinamento específico para estarem aqui. Dessa forma, podemos fazer um combate mais direto aos casos específicos de violência doméstica”, afirma. Viviane destaca que “quase a totalidade de policiais atuantes na Deam são mulheres também”.

Os casos mais comuns atendidos na Deam são os de lesão corporal, ameaça e injúria, cometidas por antigos ou atuais companheiros. Casos de agressão aos filhos são raros, mas também acontecem e são igualmente combatidos pela delegacia. Um caso, o do “pai monstro”, que causou comoção nacional, foi descoberto na Deam de Alvorada. Em janeiro deste ano, um homem foi acusado de abusar sexualmente das três filhas durante 7 anos. Ele acabou preso em fevereiro, no interior do Estado, indiciado pela delegacia especializada da cidade a partir de uma denúncia efetuada no local.
Qualificação dos servidores

O constante processo de qualificação é uma obrigatoriedade para os servidores da Deam – visto que se trata de um atendimento especial. Por isso, os policiais da delegação participam regularmente de cursos e treinamentos específicos de tratamento humanizado à população.
O melhor exemplo disso é o projeto “Humaniza”, idealizado pela própria delegada Viviane Viegas. Nos dias 10 e 11 de março, 90 policiais de toda a região metropolitana receberam um curso de capacitação no Tecnopuc, em Viamão. Os cursos são regulares, ministrados em convênio com a Secretaria Nacional de Segurança Pública, a Senasp.

A delegada Viviane se mostra satisfeita com os resultados da Deam de Alvorada ao longo deste ano de atividades. Para ela, a humanidade é um quesito essencial no trato com uma questão tão delicada. “Nós temos uma comunidade muito carente, que precisa desse tratamento especial. Quando a vítima vem até nós, não é como se fosse um simples furto: há todo um contexto social de opressão por trás. Precisamos ser sensíveis à isso”, encerra.
A Deam está localizada na rua Salgado Filho, 215, no Centro. O espaço funciona de segunda-feira à sexta-feira das 08h30min às 12h e das 13h30min às 17h.