Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC)

Telefone: (51) 3044.8687 / (51) 99358.12.84

Coordenador: Vice-Prefeito Valter Slayfer

Sub-Coordenador: Vilmar Laureano / portaria 0572017

Administrativo Compdec: Diego Fortunato

Endereço: Rua Maris e Barros 322, bairro Americana

Atendimento: De segunda a sexta-feira, das 8h as 11h30 e 13h as 17h (Exceto em estado de emergência)

__________________________________________________________________________

O que é Defesa Civil?

Conceitualmente, a Política Nacional de Proteção e Defesa Civil – PNPDEC (Lei 12.608, de 10 de Abril de 2012) define como um conjunto de ações preventivas de socorro, assistenciais e reconstrutivas destinadas a evitar ou minimizar os desastres, além de preservar o moral da população e restabelecer a normalidade social.

O que é COMPDEC, e quais suas atribuições ?

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC) é o órgão responsável pelo planejamento, articulação, mobilização e gestão do Sistema de Proteção e Defesa Civil, no âmbito do município. Declarar estado de Emergência e ou Calamidade Pública junto ao prefeito. Visto na Lei nº 12.608, de 10 de Abril 2012

Estudando Termos e significados:

2.2.1. DESASTRES: São resultados de eventos adversos, naturais ou provocados pelo homem sobre um cenário vulnerável, causando grave perturbação ao funcionamento de uma comunidade ou sociedade envolvendo extensivas perdas e danos humanos, materiais, econômicos ou ambientais, que excede a sua capacidade de lidar com o problema usando meios próprios.

SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA
: É a situação de alteração intensa e grave das condições de normalidade em um determinado município, estado ou região, decretada em razão de desastre, comprometendo parcialmente sua capacidade de resposta.

ESTADO DE CALAMIDADE PÚBLICA: Situação de alteração intensa e grave das condições de normalidade em um determinado município, estado ou região, decretada em razão de desastre, comprometendo substancialmente sua capacidade de resposta.

AMEAÇA
: Estimativa de ocorrência e de magnitude de um evento adverso, expressa em termos de probabilidade estatística de concretização do evento e da provável magnitude da manifestação.

RISCO: Medida de danos ou prejuízos potenciais expressas em termos de probabilidade, estatística de ocorrência e de intensidade ou grandeza das perdas.

DANOS
: Resultado das perdas humanas, materiais ou ambientais infligidas às pessoas, comunidades, instituições, instalações e aos ecossistemas, como conseqüência de um desastre. É, portanto, a medida que define a intensidade ou severidade da lesão, resultante de um acidente ou evento adverso.
PREJUÍZO: Medida de perda relacionada com o valor econômico, social e patrimonial, de um determinado bem, em circunstâncias de desastre.

RECURSOS
: Conjunto de bens materiais, humanos, institucionais e financeiros utilizáveis em caso de desastre e necessários para o restabelecimento da normalidade.

CONTINGÊNCIA: significa uma situação de incerteza quanto a um determinado evento, que pode ou não se concretizar, durante um período determinado.

COMUNIDADES RESILIENTES¹: comunidades resilientes são aquelas preparadas para resistir, absorver e se recuperar de catástrofes naturais, prevenindo e minimizando a perda de vidas e bens materiais. INUNDAÇÃO: Quando as águas elevam-se de forma paulatina e previsível extravasando para fora do leito, deixando casas alagadas e mantendo-se em situação de cheia durante algum tempo e, a seguir, escoam-se gradualmente.

ALAGAMENTOS: São águas acumuladas no leito das ruas e nos perímetros urbanos por fortes precipitações pluviométricas, em cidades com sistemas de drenagem deficiente.

ENXURRADA: São chuvas intensas e concentradas em regiões de relevo acidentado caracterizando-se por súbitas e violentas elevações dos caudais, os quais se escoam de forma rápida e intensa causando danos em virtude de sua força e velocidade.

¹– Resiliência é a capacidade de absorver ou resistir aos potenciais impactos gerados a partir da ocorrência de um evento natural.