A Central de Interpretação de Libras (CIL) de Alvorada,  está em pleno funcionamento. Na manhã da última quinta-feira, 27 de outubro, a coordenadora da CIL, Juliana Beppler, esteve na UBS Jardim Alvarve para auxiliar Lucia da Silva, aposentada de 66 anos, e o seu filho André da Silva, professor de Libras, 47 anos, num atendimento médico. Ambos possuem deficiência auditiva.

Segundo André, professor de libras, em Cruzeiro do Sul, cidade em que moravam, não havia intérprete disponível para a população surda. Morando em Alvorada com sua mãe há dois anos, André conta que o primeiro contato que teve com a CIL foi no CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) II. “Hoje estou muito feliz porque foi o posto que entrou em contato e agendou a intérprete”, relata o docente, que teve sua fala traduzida para a reportagem pela intérprete Juliana.

Para André, a CIL dá visibilidade a comunidade surda, pois muitos municípios não atendem a LBI (Lei Brasileira de Inclusão). “Sim, é importante os intérpretes (da CIL) irem em locais educacionais, jurídicos, sociais e de saúde. Sem a CIL, a gente não tem voz, e a única alternativa seria contratar um intérprete, só que custa muito caro”, explica o professor de Libras.

Central de Interpretação de Libras
As CIL são unidades de atendimento às pessoas com deficiência auditiva na tradução e interpretação, auxiliando no acesso a serviços públicos e informações diversas. No município, o órgão está lotado na Rua Porto Rico, Nº 75, sala 205. O horário de atendimento é das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Saiba mais:
A CIL não faz atendimentos de forma permanente como traduzir e interpretar surdos em situações de inclusão escolar, ou que desejam adquirir a Carteira Nacional de Habilitação ou eventos do Governo Municipal. Seguindo orientações do Governo Federal, a política de ação inclusiva tem por objetivo atender demandas que garantam a autonomia da pessoa surda em órgãos de circulação rotativa como delegacias, atendimentos jurídicos (Defensoria Pública e Ministério Público), hospitais, postos de saúde, Centro de Referência em Assistência Social e em agências bancárias.