Novo Conselho Municipal de Saúde toma posse dia 20

Os novos integrantes do Conselho Municipal de Saúde tomam posse às 18 horas de 20 de maio em solenidade no Salão Nobre da Prefeitura. São 20 titulares representantes da administração municipal, servidores da área da saúde, prestadores de serviços, associações de moradores, sindicatos, clubes de mães, associações e entidades de portadores de deficiência, representantes da terceira idade, entre outros. A eleição para os conselheiros ocorreu em abril e maio deste ano. Eles terão mandato até 2017.

O conselho de saúde desempenha relevante papel no controle social na área da saúde.

Por meio do conselho a comunidade ali representada:

a) fiscaliza a aplicação do dinheiro público na saúde;

b) verifica se a assistência à saúde prestada no estado ou no município está atendendo às necessidades da população;

c) verifica se as políticas de saúde orientam o governo a agir de acordo com o que a população precisa.

Através do conselho de saúde, os cidadãos podem influenciar as decisões do governo relacionadas à saúde e, também o planejamento e a execução de políticas de saúde. Além disso, os conselhos têm como responsabilidade, juntamente com os gestores da saúde, contribuir para a formação de conselheiros comprometidos com a saúde, baseada nos direitos de cidadania de toda a população. Os conselheiros têm que estar a favor da vida e da saúde, defendendo o acesso aos serviços de saúde de qualidade.

Postos de saúde abertos no sábado para vacinação contra gripe

As unidades básicas de saúde, o Pam-8 e a URS-3 estarão funcionando no sábado (09) para campanha de vacinação contra a gripe. O atendimento será das 08h às 17h. Nesta data ocorre o “Dia D” da campanha em todo o País. Em Alvorada já foram imunizadas cerca de 12 mil pessoas da meta de 38 mil.

A campanha na cidade e no Estado começou no dia 27 de abril. Devem ser vacinadas pessoas que tenham 60 anos ou mais, crianças a partir de seis meses e menores de cinco anos, gestantes e mulheres até 45 dias depois do parto, doentes crônicos com recomendação médica, profissionais da saúde, indígenas, presos e funcionários do sistema prisional. A meta é imunizar 3,5 milhões de pessoas no Estado.

Prefeitura capacita médicos de Alvorada em saúde mental na atenção básica

A secretaria municipal de Saúde vai realizar capacitação e educação continuada sob o tema Saúde mental na atenção básica voltada aos médicos clínicos e de família de todas as unidades básicas de saúde do município. A iniciativa visa dar mais agilidade aos diagnósticos, medicação e encaminhamentos adequados nos tratamentos de saúde mental. O curso inicia no dia 07 de maio com palestra do médico psiquiatra especialista pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) Leonardo Broilo, que tratará do tema Diagnóstico em Saúde Mental e Psicofarmacologia. O processo de educação continuada em saúde mental está estruturado em cinco eixos temáticos, desenvolvidos por médicos especialistas do CAIS mental: diagnóstico em saúde mental e psicofarmacologia; bipolaridade; transtornos de ansiedade; esquizofrenia; depressão e prevenção ao suicídio. Posteriormente, após a primeira etapa com os médicos, serão integrados na capacitação profissionais de enfermagem, agentes comunitários de saúde e outros trabalhadores da área.

A capacitação contará com palestras de outros médicos psiquatras especialistas da ABP, como André Busato, que tratará de Bipolaridade e Transtornos de Ansiedade; Rodrigo Grillo, que falará sobre Esquizofrenia e Depressão e prevenção ao suicídio.

Entre os objetivos e metas da capacitação estão: capacitar os médicos da atenção primária para o diagnóstico e atendimento de quadros de saúde mental de baixa complexidade; mensurar e ampliar o acesso à saúde mental; promover educação continuada em saúde mental no município a fim de ampliar o cuidado na atenção primária e promover a integralidade preconizada pelo Sus; mobilizar e subsidiar os profissionais da atenção primária frente às questões de saúde mental a fim de estabelecer cuidados compartilhados em rede; ofertar capacitações de forma sistemática em saúde mental para apoiar e qualificar os profissionais no atendimento de baixa complexidade às pessoas com transtornos mentais; apoiar a estratégia de saúde da família para que seja fortalecido o cuidado prestado aos usuários em seus territórios; estimular e organizar a construção de instrumentos estatísticos do cuidado em saúde mental para subsidiar a construção de novos projetos de intervenção; organizar em rede os fluxos de saúde mental no município a fim de oferecer acesso com equidade.

Moradores aprovam campanha de vacinação da gripe em Alvorada

A Prefeitura iniciou na segunda-feira (27) campanha de vacinação contra a gripe em Alvorada. A imunização pode ser realizada nas unidades básicas de saúde, Pam-8 e URS 3. Moradores ouvidos no Pam na tarde de quarta-feira (29) elogiaram o atendimento e agilização na ação.
A dona de casa Iolanda Garcias, de 67 anos, que mora no Jardim Algarve, elogiou a campanha, e a forma de como foi atendida: “A campanha é muito boa para todos nós. O atendimento aqui do Pam-8 foi rápido, muito bom mesmo.” A aposentada, Alice Teixeira, de 70 anos, que mora no Bairro Maringá, também aprovou a campanha, e exaltou o atendimento do posto: “A campanha é ótima. Sobre o atendimento, foi muito bom, sempre fiz minhas vacinações aqui e não tenho queixas”, enfatizou Alice.


Devem ser vacinadas pessoas que tenham 60 anos ou mais, crianças a partir de seis meses e menores de cinco anos, gestantes e mulheres até 45 dias depois do parto, doentes crônicos com recomendação médica, profissionais da saúde, indígenas, presos e funcionários do sistema prisional.


A campanha de vacinação contra a gripe vai até o dia 22 de maio. A vacinação foi antecipada em uma semana no Rio Grande do Sul em relação ao restante do país para que a público-alvo esteja imunizado antes da chegada do frio. A meta é imunizar 3,5 milhões de pessoas no Estado. Em Alvorada a meta é de 50 mil pessoas vacinadas.

 

Alvorada inicia vacinação contra a gripe

A Prefeitura iniciou na segunda-feira (27) campanha de vacinação contra a gripe. A imunização pode ser realizada nas unidades básicas de saúde, Pam-8 e URS 3. Devem ser vacinadas pessoas que tenham 60 anos ou mais, crianças a partir de seis meses e menores de cinco anos, gestantes e mulheres até 45 dias depois do parto, doentes crônicos com recomendação médica, profissionais da saúde, indígenas, presos e funcionários do sistema prisional.

A campanha de vacinação contra a gripe vai até o dia 22 de maio. A vacinação foi antecipada em uma semana no Rio Grande do Sul em relação ao restante do país para que a público-alvo esteja imunizado antes da chegada do frio. A meta é imunizar 3,5 milhões de pessoas no Estado.