Prefeitura discute novas parcerias com o Senac

A Prefeitura de Alvorada tem como um de seus objetivos oferecer cursos profissionalizantes para capacitar a comunidade. Para que isso se concretize, desde o início do ano, a administração municipal está estreitando as relações com o Senac, visando parcerias que possibilitem a oferta de qualificações profissionais aos munícipes. Dando seguimento aos encontros, o secretário de Governo e Gabinete e Paulo Ramos se reuniu com as representantes do Senac Viamão, Lidia Fraga e Luciane Daniel na tarde da última terça-feira, 20 de junho, no Salão Nobre do prédio administrativo da prefeitura.

Durante a reunião, foi apresentado ao gestor municipal o funcionamento e estrutura organizacional do balcão do Senac Alvorada – administrado pelo agente de educação em Viamão. No espaço são oferecidos cursos de idiomas e para quem busca o primeiro emprego. Localizado na Avenida Getúlio Vargas, 941, o atendimento é das 8 às 17h.

Lidia Fraga, diretora da sede de Viamão, lembrou da parceria entre a Prefeitura e o órgão que tornou possível a cedência de espaço no Centro Centro Municipal de Ensino Profissionalizante Florestan Fernandes para que o Senac ministre capacitações do Jovem Aprendiz. Ela ainda explicou que além das aulas do curso, são oferecidas palestras sobre a busca pelo primeiro emprego para a comunidade.

Após a exposição das representantes do Senac, o titular da pasta de Governo e Gabinete, Paulo Ramos, manifestou interesse em buscar parcerias para que a prefeitura em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial disponibilize capacitações para a população. “O prefeito tem o desejo de oferecer essas formações as pessoas porque são cursos que auxiliam na geração da renda”, finalizou.

Saiba mais

O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – Senac é o principal agente de educação profissional voltado para o comércio de Bens, Serviços e Turismo do País. Atualmente, está presente em mais de 2.200 municípios, de Norte a Sul do Brasil, com mais de 600 unidades escolares, empresas pedagógicas e unidades móveis.

Texto: Ivan Júnior/ Edição-Revisão: Fábio Medeiros/ Fotos: Magno Derlon