O Projeto do Executivo foi lido e aprovado por unanimidade na Casa Legislativa. Os vereadores ressaltaram a importância do projeto para a cidade e parabenizaram a administração pela proposição do mesmo.

O nome do centro é uma homenagem a primeira presidente e uma das fundadoras da APAE Alvorada, Iolanda Souza da Rosa, que ao longo de sua vida lutou pela educação inclusiva no município.

O CMAEA ficará vinculado à Secretaria de Educação, que o disponibilizará o espaço físico, já utilizado pelo Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado (CEMAEE). Terá por finalidade o atendimento multidisciplinar do TEA (Transtorno do Espectro Autista), proporcionando ao público garantias de uma educação escolar de qualidade, onde promovam-se o desenvolvimento de suas potencialidades dando sustentação ao processo de construção da Educação Inclusiva no município.

Na oportunidade a Secretária Municipal de Educação, Viviane Dutra, agradeceu aos vereadores pela aprovação do projeto. Em especial ressaltou o total apoio do prefeito Appolo, que deste a primeira apresentação do projeto mostrou-se a disposição em tornar este sonho em realidade.

Segundo o prefeito Appolo, “o projeto vai assegurar a inclusão escolar dos alunos, garantindo o acesso ao ensino regular com participação, aprendizagem e continuidade no desenvolvimento estudantil. Agora somos o 4º Município no país a implantar este centro modelo em educação inclusiva.”.

 

Texto: CCS / Foto: Capa/ Eduardo Porto