Na tarde desta quinta-feira (16) , foi realizada na Câmara de Vereadores de Alvorada,   Audiência Pública para debater a decisão do Governo do Estado de transferir de Alvorada para a cidade de Viamão os registros de prisões em flagrante delito que até então eram realizados na DPPA (Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento) de Alvorada.
O movimento surgiu da necessidade de se manter esse serviço na cidade e no impacto que a medida causa nos órgãos de segurança pública que atuam no município, tendo as guarnições que se deslocarem até a cidade vizinha toda vez que ocorrerem prisões em flagrante, deixando a cidade desguarnecida, sem contar que as vítimas também tem que se deslocar até Viamão independente de horário e tendo dificuldades para conseguir meios para o deslocamento.
Sendo assim os poderes Executivo, Legislativo, OAB, Acial, Rotary e outras entidades de classe e com o apoio geral da população se uniram para reverter esta decisão do governo estadual.
Conforme o Secretário Municipal de Segurança Sergio Coutinho, Alvorada vem perdendo ao longo do tempo alguns serviços essências à cidade, como o fechamento da exatoria, o fechamento do CRVA, do IPE e agora nossa DPPA. Esperamos que esse movimento sensibilize as autoridades estaduais de segurança e o serviço seja restabelecido o mais rápido possível.
Participaram da audiência pública o Secretário Municipal de Segurança Sergio Coutinho, o Titular da 1a DRM (Delegacia Regional Metropolitana) Delegado Rodrigo Bozzeto, o Presidente da OAB Valmor Freitas,  oPresidente da Acial Guido,  lideranças comunitárias e vereadores da casa legislativa.