fbpx

Peça “Adolescer” foi a última atração do evento 

A 15º Feira do Livro de Alvorada se consolidou como uma das maiores do Rio Grande do Sul. O evento que ocorreu de 14 a 18 de outubro movimentou milhares de alvoradenses de todas as idades que aproveitaram as bancas de livreiros, acompanharam as sessões de autógrafos, apresentações de músicas e peças de teatro, além de salas que ofereciam contação de histórias. A edição deste ano, teve como patrono o Autor da Cooperativa Cultural da Periferia (Cooperifa), Sérgio Vaz, a cidade homenageada foi Viamão e teve Artur Madruga como professor homenageado.

Escritores, arte-educadores, ilustradores, artistas, entre outros convidados integraram a programação, que teve a participação de Marô Barbieri, Dilan Camargo, Cacá Melo, Beto Herrmann, Patrícia Langlois e do patrono, o poeta Sérgio Vaz. Desde 2013, ano em que foi retomada a Feira do Livro de Alvorada, a Secretaria Municipal de Educação realiza a distribuição de vale-livros.

Na 15ª edição, foram distribuídos 16.900 vales para alunos e 5.300 para professores e funcionários. A novidade, para os vales, foram as cédulas representadas em notas de 1,5 e 10 Cruzeiros Alvoradenses que facilitaram o troco para a compra de livros nas bancas da feira. O nome da cédula faz alusão a moeda brasileira oficial em 1965, data de emancipação do município.

O último dia de Feira do Livro movimentou a praça João Goulart que contou com a apresentação das peças de teatro “Orquestra de Brinquedos”, “Mas bah! Como é grande meu Rio Grande”, “Quem não dança balança a criança” que ocorreram no palco Carlos Urbim. Além disso, aconteceram sessões de  autógrafos com a escritora Marô Barbieri, a escritora e contadora de história Rosane de Castro, a escritora Cacá Melo e a arte-educadora Patrícia Langlois. A 15ª Feira do Livro encerrou com chave de ouro, com a apresentação da peça de teatro “Adolescer” da companhia Dejá-vu.