O Prefeito Appolo recebeu, em seu gabinete, a visita do Diretor-Presidente da Corsan, Flávio Presser, durante a manhã desta quarta-feira, 8 de março. A reunião teve como objetivo apresentar à Alvorada a alternativa de Parceria Público-Privada para universalizar a rede de esgotamento sanitário na Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA). A Companhia vem realizando agendas semelhantes com outros prefeitos que integram a RMPA, devido à necessidade de anuência de todos para implantar o projeto.

Com investimento previsto de R$ 1,85 bilhão, as obras devem universalizar o saneamento em 11 anos nos municípios de Viamão, Gravataí, Cachoeirinha, Esteio, Sapucaia do Sul, Canoas, Eldorado, Guaíba, além de Alvorada. Segundo a Corsan, a implantação do projeto traria melhorias na área da saúde e da economia, visto que geram renda e emprego, valorizam imóveis nestas regiões e diminuem o número de doenças transmitidas por causa de água não tratada.

Um dos motivos que levou a Corsan e implantar o projeto é que a Região Metropolitana de Porto Alegre concentra o maior contingente populacional do Estado, por isso demanda planejamento e infraestrutura urbana. Além disso, a RMPA têm três dos dez rios mais poluídos do Brasil: o Caí, o Sinos e o Gravataí.

Alvorada tem o sistema de esgoto integrado ao de Viamão. Segundo relatório da Corsan, a meta é da cobertura com coleta e tratamento, até 2028, ser de 87,3%.

O Prefeito Appolo ressaltou que o serviço prestado pela Corsan aos munícipes deve ser de qualidade e deve atender as demandas da comunidade. O Prefeito cobrou ainda soluções com mais brevidade quanto às interrupções no serviço de abastecimento de água e rompimento de adutoras, que causam transtornos à população além de pedir mais investimentos em saneamento básico na cidade gerando uma melhor qualidade de vida aos Alvoradenses.

Contrato de Programa

Aproveitando da presença do Diretor-Presidente da Corsan, Flávio Presser, o Prefeito Appolo manifestou o interesse na renegociação do contrato de programa entre a companhia e a Prefeitura de Alvorada. Na oportunidade, a secretária de Meio Ambiente, Thais Pena, apontou que a Administração Municipal deseja rediscutir o convênio entre a instituição prestadora de serviço e Prefeitura para revitalização da Lagoa do Cocão. A importância da criação de um Fundo Compartilhado entre a Prefeitura e a Corsan também foi exposta pela titular da pasta de Meio Ambiente.

O secretário de Obras e Viação, Valdemir Martins, pediu que a Corsan seja mais efetiva nas obras realizadas para dirimir os problemas causados em vias, prejudicando a trafegabilidade de veículos nas ruas. O secretário Geral de Governo, Paulo Ramos, o gerente da Corsan em Alvorada, Carlos Breik e o Diretor de Gestão Territorial da Metroplan, Márcio Barcellos também participaram da reunião.

Texto: Ivan Júnior/ Edição/Revisão: Fábio Medeiros/ Fotos: Celso Dornelles/ Magno Derlon