Estiveram reunidos na tarde desta sexta-feira (12), no Salão Nobre da Prefeitura Municipal de Alvorada, autoridades do poder executivo, legislativo e representantes de entidades de classe para discutir ações propositivas na tentativa de restabelecer no município o serviço de registros de ocorrências de prisões em flagrante delito que passou a ser realizado na cidade de Viamão.

Sobre o assunto, todos foram unânimes no entendimento que essa mudança trouxe sérios problemas para os órgãos de segurança pública que atuam no município (Brigada Militar e Guarda Municipal) que terão que deslocar guarnições e viaturas até a cidade vizinha e muitas vezes fazer a custódia dos presos, desguarnecendo a cidade, sem falar das vítimas que também terão que se deslocar.

Na próxima terça-feira dia 16 de julho as 18h na Câmara de Vereadores, acontece uma audiência pública para debater o tema na qual foram convidadas as autoridades estaduais de segurança pública.

Só para lembrar que a delegacia continua fazendo os demais registros de ocorrências, menos os de prisões em flagrante.

Participaram dessa reunião:

O Secretário Municipal de Segurança, Sergio Coutinho; o Presidente da Câmara de Vereadores, Vereador Juliano Marinho; o Vereador Airton Pacheco; a Vereadora Neuza Machado; o Vereador Preto; o Presidente da OAB/Alvorada, Dr. Valmor Freitas; o Vice-presidente da Associação Comercial e Industrial de Alvorada (ACIAL), Paulo Vinícius; O Presidente do Rotary Clube de Alvorada, Rafael Borges; o Comandante da Guarda Civil Municipal, José Moraes; os Conselheiros da OAB, Dr. Gilberto Pereira e Dra. Simone; representando a Societá, Nelson Degasperi e o Assessor Parlamentar, Moreira.

Fotos: Eduardo Porto.