Tendo em conta a matéria intitulada “APÓS DENÚNCIA DO SIMA, MP INVESTIGA PREFEITURA, veiculada no Jornal OPINIÃO, de responsabilidade do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Alvorada-SIMA, edição de abril de 2018, cumpre esclarecer que a malsinada “denúncia”, após acurado exame pelo Órgão competente do MP de Alvorada, restou arquivado. Da conclusão do MP, transcreve-se o seguinte excerto: “… da Arrecadação das Receitas Base da Secretaria Municipal da Fazenda demonstra a aplicação do percentual de 25,03% do orçamento em educação no ano de 2016, correspondendo à quantia total de R$35.334.036,78 em 31/12/2016 (fls. 54/55v), e de 25,89% no ano de 2017, correspondendo ao valor total de R$39.574.529,38 em 31/12/2017 (fls.56/57) – Inquérito Civil nº 00935.00074/2017. (grifamos)

Isso posto, nos permitimos sugerir ao órgão classista/denunciante que, por seus dirigentes, passe a preocupar-se somente com suas finalidades estatutárias, deixando a Administração do Município ao cargo de quem, legitimamente, recebeu tal incumbência da população.

Alvorada, 31 de maio de 2018.

JOSÉ ARNO APPOLO DO AMARAL,

Prefeito Municipal.

Obs. A quem interessar, a íntegra das conclusões do MP encontra-se à disposição na Secretaria Municipal de Governo e Gabinete-SMGG.